Blog

Quanto custa fazer um aplicativo para celular? capa

Quanto custa fazer um aplicativo para celular?

Em 2013, a empresa britânica King faturou US$ 1,88 bilhão, tudo graças a um jogo que muita gente baixou: o Candy Crush. A chuva de dinheiro não é exclusividade do game. Entre fevereiro de 2014 e 2015, o Google faturou US$ 7 bilhões com todos os apps disponibilizados na loja virtual da empresa, a Google Play. Com uma boa ideia na cabeça, infraestrutura sólida e bom marketing, ganhar dinheiro com um programa para celular não é uma realidade tão distante. Mas fica a pergunta: quanto se gasta para criar um app?

Existem diversos tipos de aplicativos que podem ser criados. Os três principais são aplicativos de funcionalidade básica (calculadora ou bloco de notas), apps de funcionalidade customizada (como um programa de checagem de horário para ônibus) e games.

De acordo com Fred Cappelato, diretor de mídia da LaMéthode, empresa que desenvolve aplicativos sob encomenda, o tempo médio para desenvolvimento de um app simples é de três a quatro meses. Se o programa requer outros elementos, como login, geolocalização e outros recursos, o tempo dobra e pode chegar a até um ano.

O primeiro passo, após ter a ideia, é desenvolver todas as funções e códigos do app, com cuidado nos detalhes e no que cada tela do programa terá. O que cada botão faz, onde cada elemento deve ficar e como as telas interagem entre si são apenas algumas questões que devem ser levadas em consideração na hora de montar seu produto.

VEJA TAMBÉM: Não deixa o celular morrer! Conheça sete aplicativos que te ajudam a poupar a bateria do smartphone

Depois disso, o desenvolvedor terá que criar um design bonito e funcional para o aplicativo. Uma vez que o app está pronto, é preciso submeter sua criação à Apple ou ao Google para que ele seja disponibilizado nas lojas virtuais dessas marcas. 

Para realizar todas essas ações é necessário investimento.

— O gasto mínimo é R$ 40 mil e o custo pode chegar facilmente a R$ 100 mil. Desenvolver para a plataforma Android é mais caro e demorado por causa dos códigos. O Uber, por exemplo, teve um investimento de US$ 500 mil.

Para um app simples, além do chefe de projetos, dois profisionais se envolvem com a criação. Já para aplicativos mais complexos, é comum uma equipe de três a quatro pessoas.

O design também é parte importante do processo. A compatibilidade do aplicativo com diferentes versões de um celular da Apple, por exemplo, pode ser custoso. Um design feito para iPhone 5 pode custar entre R$ 2.000 e R$ 13 mil. Entretanto, se o programa também tiver de ser compatível com o iPhone 6 Plus, o preço aumenta em 25%. Isso porque as imagens precisam ter 2208 x 1242 pixels de tamanho, mais do que o dobro da resolução do iPhone 5.

Uma vez que o app estiver pronto para ser enviado para a App Store, a Apple te cobrará uma taxa de US$ 99 para se inscrever no serviço e ficará com 30% das vendas que você faça.

Uma calculadora criada pelo blog Appventura permite que você saiba o quanto pode faturar com um app dependendo da posição que ele atinja na App Store Brasil. Se, por exemplo, seu app custar US$ 0,99 e ficar na 20ª posição da App Store por um mês, você receberá cerca de R$ 2.400.

Está esperando o que para montar o seu aplicativo?

*Colaborou Raphael Andrade, estagiário do R7

COMENTAR